Vamos Organizar

Vamos Organizar

A organização liberta!

Sem categoria

14/09/15 aprenda com a gente liberte sua vida Sem categoria

Acumular itens

Cinco razões pelas quais as pessoas acumulam itens:

casamorar

1. SOLIDÃO… preenchem seu entorno para não se sentirem isoladas.

2. HISTÓRICO DE POBREZA … comprar pode ser uma terapia poderosa num curto prazo de tempo mas o acúmulo de compras é de longo prazo.

3. PERDA/DOR… perda de alguém muito próximo, separação, perda do emprego, aposentadoria etc…ela tentam preencher o vazio em suas vidas.

4. MEMÓRIA … sentem que é necessário guardar os objetos para não esquecer alguém ou algum momento…”Não posso ofedender quem me presenteou…”

5. PESSOAS NEGLIGENCIADAS/POSTAS DE LADO … retêm os itens sem usá-los ou mesmo doá-los porque “… um dia podem precisar…”.

Fonte: Getting Organized Foto: NACHOrganiza

nenhum comentário
Compartilhe:
01/09/15 aprenda com a gente inspire-se Sem categoria

Vamos organizar uma hortinha de ervas e temperos?

IMG_0830

Nada como ter uma hortinha em casa! Foto: @irissonccato

 

Quando preparamos alimentos para a nossa família, temperos e ervas são super bem-vindos, e quem não gosta de tê-los sempre à mão, frescos e saudáveis?

A paisagista Mônica Leão, da Bem Verde horta e jardim, orienta que, independentemente da área de sua casa ou apartamento, para organizar uma hortinha caseira basta encontrar um lugar que ofereça, no mínimo, 2 horas diárias de sol.

Elas podem ser montadas nas varandas, sacadas e parapeitos e, quando não, numa área favorável perto da cozinha.Dá sempre para arrumar um cantinho para uma hortinha caseira. As ervas e temperos podem ser plantados em vasinhos, jardineiras, na posição horizontal ou na vertical, indicada para pequenos espaços.

O importante é ter uma boa drenagem para não haver acúmulo de água.

 

PicMonkey Collage 2

Horta de temperos e ervas na varanda Foto: lottici

 

Para montá-la, temos diversas opções de suportes para juntar o útil ao agradável de se ver. Eles podem ser  de madeira, aço galvanizado, bambu etc. Ficam super bacanas e inspiradores mas, preste atenção que a  rega deve ser diária, em horários do sol mais amenos (cedo pela manhã ou à noite), sem exageros. A adubação é necessária e deverá ser feita a cada 30 dias. Dê sempre preferência ao adubo orgânico para garantir a qualidade dos temperos a serem utilizados na sua alimentação.

 

 

jv_hortas_temperos.jpg jardim do coracao

Diversas opções para plantio

 

Dentre os temperos e ervas mais úteis e resistentes ao nosso clima estão o alecrim, manjericão, hortelã, orégano, tomilho, sálvia, pimenta e salsão.

Para garantir a existência de sua horta de ervas e temperos, anote aí os principais erros cometidos por quem é marinheiro de primeira viagem:

  • Esquecer de regar, exagerar no volume de água e deixar em local sombreado
  • Plantar várias ervinhas diferentes no mesmo vaso ou jardineira
  • Não preparar a drenagem dos vasos
  • Não retirar as ervas daninhas
  • Não adubar

Se você quiser mais informações, procure a paisagista Mônica Leão, da Bem Verde (21 98624-6059).

A organização liberta!

Texto: Rosaria Amaral

Contribuição:

Marca INPI

 

nenhum comentário
Compartilhe:
17/08/15 inspire-se liberte sua vida Sem categoria

Doação

Aproveitando o gancho do desapego, transcrevo um texto que recebi de uma querida amiga que acompanha o blog. Não sabemos quem é o autor, mas saiu publicado no encarte da Loja Santo Antônio (SP). Como ela mesma colocou, acumular posses não nos fazem melhores e nem faz o mundo melhor.

 

77518885_1901311_cartecarreealicedepageleramasseurdecoeurs inspiracaodeumaalmailuminada.

 

“Um dia um homem já de certa idade abordou um ônibus. Enquanto subia, um de seus sapatos escorregou para o lado de fora. A porta se fechou e o ônibus saiu; então ficou incapaz de recuperá-Io. O homem tranqüila mente retirou seu outro sapato e jogou-o pela janela. Um rapaz no ônibus, vendo o que aconteceu e não podendo ajudar ao homem, perguntou:

– Notei o que o senhor fez. Por que jogou fora seu outro sapato? O homem prontamente respondeu:

– De forma que quem o encontrar seja capaz de usá-Ias. Provavelmente apenas alguém necessitado dará importância a um sapato usado encontrado na rua. E de nada lhe adiantará apenas um pé de sapato.

O homem mostrou ao jovem que não vale a pena agarrar-se a algo simplesmente por possuí-Io e nem porque você não deseja que outro o tenha. Perdemos coisas e oportunidades o tempo todo. A perda pode nos parecer penosa e injusta inicialmente, mas a perda só acontece de modo que mudanças, na maioria das vezes positivas, possam ocorrer em nossa vida.
Como o homem da história, nós temos que aprender a desprender.Alguma força decidiu que era hora daquele homem perder seu sapato. Talvez isto tenha acontecido para iniciar uma série de outros acontecimentos bem melhores para o homem do que aquele par de sapatos.

Talvez a procura por outro par de sapatos tenha levado o homem a um grande benfeitor.

Talvez uma nova e forte amizade com o rapaz no ônibus.

Talvez aquele rapaz precisasse presenciar aquele acontecimento para adotar uma ação semelhante.

Talvez a pessoa que encontrou os sapatos tenha, a partir daí, a única forma de proteger os pés.

Seja qual for a razão, não podemos nos punir pelo que perdemos. O homem sabia disto. Um de seus sapatos tinha saído de seu alcance. O sapato restante não mais lhe ajudaria, mas seria um ótimo presente para uma pessoa desabrigada, precisando desesperadamente de proteção do chão.

A organização liberta!

nenhum comentário
Compartilhe:
14/08/15 inspire-se liberte sua vida Sem categoria

Desapego

Nunca é demais escrever sobre o desapego. Cada vez mais ele faz parte de nossas vidas, principalmente nos dias de hoje, quando as pessoas abraçam a palavra de ordem ” menos é mais”.

A toda hora lemos ou escutamos algo sobre pessoas que mudaram suas vidas optando por se desapegar de itens, sentimentos e até mesmo pessoas que não nos fazem bem.

 

 

Pratique-o-Desapego-1024x1024

Foto: abrangente.psc.com

 

 

Sabedoras ou não, elas se baseiam nos princípios da filosofia minimalista, que é a identificação do essencial e a eliminação do resto, além da utilização de poucos elementos no dia a dia.Você pode optar por doar ou vender seus itens. Caso queira doar, existem diversas organizações beneficentes em cada cidade do Brasil, além de muitas vezes, pessoas ao nosso redor.

Caso você queira vender, a estudante de Comunicação da Universidade de Brasília, UNB, Jéssica Behrens, 23 anos, exercitando o desapego, teve uma ideia empreendedora. Ela encontrou dificuldade para por em prática a nova filosofia de vida que ela resolveu abraçar: se desfazer de um pertence por dia ao longo de um ano. A idéia era viver com o mínimo necessário. Então, ele desenvolveu e criou o app Tradr, que conecta de uma forma rápida e fácil os itens a vendidos às pessoas  que estavam precisando deles.

 

11707361_895233697208717_5823585212762496399_n

App Tradr

 

 

O projeto se tornou realidade quando se juntou com pessoas que desenvolviam startups e, após um processo seletivo, foi aceito no Laboratório de Inovação de Harvard. Como ela própria diz: ” O Tradr fomenta a economia colaborativa. É uma forma de conectar as pessoas, ver o que alguém está vendendo a 50 metros de você. Isso cria um espírito de comunidade, estimula a comprar e vender localmente. E é bom para o meio ambiente, pois você está deixando de consumir coisas novas”.

Uma coisa leva à outra e a decisão por uma vida mais minimalista, praticando o desapego, trouxe para à Jéssica novos horizontes, novas energias!!

Para fechar esse post, uma reflexão:

“Não se agarre a nada. Se você começar a se desprender, uma tremenda liberação de energia acontecerá dentro de você. A energia que estava envolvida no apego às coisas, trará um novo amanhecer ao seu ser, uma nova luz, uma nova compreensão, um tremendo descarregar.” Osho

 

taller_desapego1

http://amor-para-recomecar.blogspot.com.br/

A organização liberta!

 

Texto: Rosaria Amaral

 

nenhum comentário
Compartilhe:
10/08/15 aprenda com a gente inspire-se liberte sua vida Sem categoria

A organização nos momentos difíceis…

 

IMG_3527

Imagem: Projeto Vamos falar sobre o luto?

 

Sempre destacamos o quanto é importante a organização em todos momentos de nossas vidas, tanto nos bons momentos quanto nos mais difíceis.

Hoje, quero destinar esse post a um assunto super delicado mas que faz parte de nossas vidas, o luto.

Vejam como sete amigas que já vivenciaram o luto, se organizaram e desenvolveram o projeto “Vamos falar sobre o luto?”, em novembro de 2014, com a intenção de fazer alguma coisa por amigos e desconhecidos que passam por esse momento.

Convido a todos a acessarem www.vamosfalarsobreoluto.com.br/  e  https://beta.benfeitoria.com/vamosfalarsobreoluto  para saberem da importância de falar sobre o luto com mais naturalidade.

 

Texto: Rosaria Amaral

Imagem: Projeto Vamos falar sobre o luto?

 

nenhum comentário
Compartilhe:
Back 1 2 3 4 59 Next

Vamos organizar?

Foto: Rafael Miranda

Rosaria Amaral - Consultora em Organização

Consultora em Organização filiada à ANPOP e Arquiteta. Adora ajudar pessoas a organizarem suas vidas e, com isso, se libertarem para viver mais plenamente e focarem no que realmente é importante para elas.

Conecte-se:
Agende Seu Diagnóstico de Organização Gratuito
Quer receber as nossas dicas de organização?

Instagram
Entre em contato conosco!